Critérios



O Selo tem como objetivos incentivar, legitimar e destacar o profissionalismo e a transparência nas organizações não-governamentais brasileiras, na forma de um atestado independente de sua adequação aos Padrões de Gestão Profissional e Transparência (PGT) ou o que passamos a denominar, a pedido das próprias organizações, de Selo Doar.

O PGT ou Selo Doar, foi elaborado a partir de uma extensa pesquisa dos conceitos e critérios adotados por diferentes organismos nacionais e internacionais, da literatura especializada em avaliação de organizações sem fins lucrativos e das práticas de empresas receptoras e concessoras de recursos para fins sociais e ambientais. O Selo Doar pode ser resumido em cinco grandes campos:

  • Causa e estratégia de atuação: Este campo aborda a clareza das informações sobre a causa adotada pela organização, dos propósitos e das estratégias traçadas.
  • Representação e responsabilidade: Esta área trata dos processos que asseguram a legitimidade e o cumprimento das responsabilidades dos representantes da organização, dentro e fora dela.
  • Organização e gestão institucional: São contempladas neste campo questões relacionadas às condições institucionais necessárias para a execução adequada das ações realizadas pela organização, incluindo o planejamento e o monitoramento contínuo de suas atividades.
  • Estratégia de financiamento: Nesta área são abordados os fundamentos e as práticas que são adotadas com o objetivo de assegurar os recursos financeiros necessários para o cumprimento dos objetivos da organização, garantindo sua sustentabilidade.
  • Trasparência, prestação de contas e comunicação: A transparência é um dos pilares do selo, e por isso permeia todos os demais campos. Esta área específica trata da necessidade de divulgação das principais informações da organização, e da existência de canais de comunicação.

Caso queira estudar mais detalhadamente os 44 critérios do Selo Doar, acessse-os deixando seu email: